Evernote, Produtividade

Como o Evernote está me fazendo deixar de usar o Instapaper

Infelizmente a Internet, como a vida, é uma seleção natural e você tem que adaptá-la a seu favor para conseguir sobreviver nessa selva, não importa se “você” é um app, um serviço, um site ou um usuário final…eis aqui uma história que explica bem isto.

Altos e Baixos da minha utilização do Instapaper

 Não vou negar, o Instapaper é um serviço que me foi bastante útil por muito tempo, pois ele é muito simples e faz muito bem aquilo que ele se propõe a fazer.

Para quem não sabe, o Instapaper é um serviço do tipo “Leia Mais Tarde” onde você salva endereços de artigos interessantes que você esbarra durante o dia e que gostaria de ler com mais calma uma outra hora.
Certamente você amigo leitor da deve ter ouvido falar de algum serviço similar, afinal eles se multiplicaram pela internet, mas para mim o Instapaper foi o que se destacou por causa da sua simplicidade de uso. Acessa um link, clica no íconezinho do plugin do (insira aqui o nome do seu navegador favorito) e pronto, o link está lá pra ser visto depois com mais tempo. Ainda na sua área do site é possível organizar os links em pastas personalizadas, exportar os artigos salvos no formato ePub ou Mobi para ser lido offline…enfim, as opções do Instapaper me agradaram por um tempo até que eu comecei a me deparar com três problemas dos quais dois deles não  foram causados pelo Instapaper.
Primeiro, eu viciei tanto no uso dele que, mesmo organizando e separando os artigos, eles iam se acumulando cada vez mais. O fato de organiza-los só fazia com que os artigos ficassem miss esquecidos lá no fundo das pastinhas.
Segundo, a internet muda, e isso é um fato que o Instapaper não consegue e nem tenta prever. Páginas mudam de endereço, deixam de existir, sites saem do ar, é a vida… Eu perdi as contas de quantas vezes eu tentei colocar a leitura em dia e tomei um “404” de algum site que não disponibilizava mais o link que eu tinha deixado mofando no Instapaper.
O terceiro erro, que o Instapaper tem muita culpa, é de desenvolver um App para iOS que valia menos do que nada. O App em questão tinha a versão de 0.99 “centavos de Obama” e a Free com um banner de propaganda, nada mais justo. O problema é que a versão Free NUNCA FUNCIONOU, pelo menos não comigo…
.
Instapaper para iOS
“No Internet Conection”…
.
Se você não percebeu o erro na imagem acima, eu estava com acesso disponível a internet e o App teimava em dizer o contrário, enviei o erro para o Twitter do serviço e nada…
.
twitada para o Instapaper
cri cri cri cri…
.
Isso para mim foi o prego que lacrou o caixão do Instapaper. O momento que eu mais poderia usar o serviço, que era através do meu celular, eu não podia. Me recusei a pagar pelo App por ficar revoltado por não poder ver o App Free funcionando, mesmo que de forma limitada, não ia colocar meu dinheiro em um App que eu não tinha certeza se funcionava direito.
Por fim, antes de finalizar o assunto do Instapaper eu tenho tirar o chapéu para o desenvolvedor dele. Se eu não me engano é um único cara que trabalha sozinho para manter esse negócio e que em vez de encher de recursos que ninguém vai usar, assim como fizeram seus concorrentes, ele preferiu se concentrar em fazer muito bem o que o serviço se propõe a fazer.


A Migração para o Evernote

 

Enquanto o Instapaper se mantém com seu “Cavaleiro Solitário”, o Evernote cresceu muito e hoje toma muito do meu tempo de produtividade. O primeiro rascunho deste texto foi escrito no Evernote enquanto me dirigia do trabalho para casa e sua revisão e conclusão eu redigi na versão para Desktop.
Virei hard user da ferramenta e, dos oito serviços que levam o selo “Evernote” lançados até o momento, sou usuário ativo de quatro e flertando com outros dois.
Dois recursos que salvam minha vida durante o dia são o Clearly e o Web Clipper. O primeiro serve para remover todas as distrações de uma página deixando texto limpo e perfeito para leitura, muito melhor do que o recurso “Leitor” do Safari. O segundo salva uma nota no Evernote com o conteúdo da página, colocando o título do post como seu homônimo da nota.
Estes dois carinhas foram os responsáveis diretos pela minha migração, com eles eu consegui resolver de vez os problemas encontrados com o Instapaper. Agora eu conseguia salvar os artigos que eu queria ler, que na maioria era documentações das mais variadas, sem precisar depender da disponibilidade do site e enviando o texto para o Evernote eu podia ler os artigos tranquilamente na hora que bem entendesse…bem eu só não consegui diminuir a quantidade de artigos, mas esse problema eu acho que não tem solução.  ¯\_(ツ)_/¯
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...