(in)utilidade Publica, gastronomia, Geek/Nerd, etc.

5 Bebidas Fictícias no Mundo Real ou Não

Duff Beer
Cerveja Duff – A Duff no universo dos Simpsons é a equivalente da cerveja Budweiser lá nos estados unidos, e mostra como a popularidade de uma marca pode chegar a limites inimagináveis, tudo para que as pessoas continuem comprando e consumindo. Esta cerveja ficou tão popular que uma cervejaria Mexicana resolveu produzir a Duff com direito a site e tudo mais

Moe Flamejante

Moe Flamejante – Este Drink foi criado por Moe quando Homer chega no bar um dia reclamando da falta de Duffs no mercado, a bebida se tornou extremamente popular e o Bar do Moe virou um lugar Pop frequentado pela Nata de Springfield porque somente o Moe conseguia fabricar o drink, até que Homer estraga tudo revelando que o ingrediente secreto da bebida é Xarope contra Tosse do Krust!
O Moe flamejante virou até marca de Energético no mundo real.

Slurm Soda

Refrigerante Slurm – “O refrigerante mais vendido da Galáxia” é uma bebida extremamente viciante graças a sua receita secreta, que depois descobriu-se que era o escremente da rainha da uma colônia alienígena o.O, o mais engraçado é que mesmo sabendo disto, todo mundo continuou tomando a bebida! O.O

Cerveja Amanteigada – A Bebida preferida no “boteco da Facu” do universo da Harry Potter é levada muito a sério, tem até uma galera no Youtube que jura que sabe a receita da Cerveja Amanteigada eu bebi uma vez este negócio, mas acho que estava batizada, porque estáva ruim pra caramba, e nem álcool tinha =/.

Dinamite Pangaláctica – Esta é a bebida mais consumida da Galáxia, uma verdadeira febre em diversos cantos do universo, o Guia do Mochileiro das Galáxias ensina como fazer sua própria Dinamite Pangaláctica, eis a receita:
Uma garrafa de Aguardente Janx.
Misture com uma parte de água dos mares de Santragino V.
Dissolva três cubos de mega-gim arturiano na mistura (se não for congelado da maneira correta, perde-se o benzeno).
Faça com que quatro litros de metano dos pântanos de Fália borbulhem através da mistura, em memória de todos aqueles mochileiros bem-aventurados que morreram de prazer nos pântanos de Fália.
Equilibre numa colher de prata virada ao contrário uma dose de extrato de Hipermenta Qualactina, com toda a fragrância inebriante das tenebrosas Zonas Qualactinas, sutil, doce e místico.
Acrescente um dente de tigre-do-sol algoliano e veja-o dissolver-se, espalhando os fogos dos sóis algolianos no âmago do drinque.
Uma pitadinha de zânfuor.
Uma azeitona.
Beba… mas com muito cuidado.
O guia também informa quais os planetas em que se servem as melhores Dinamites Pangalácticas, qual o preço da dose e quais as organizações de voluntários existem para ajudar o consumidor do drinque a se recuperar posteriormente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...