Gadgets, Tecnologia, Televisão

Nós e o Novo Universo das TV’s de Alta Definição

samsung

Já a algum tempo a Jana e eu estávamos planejando a aquisição de um novo aparelho de TV, visto que minha velha televisão de tubo da época de solteiro, que quebrou um galho esse tempo todo, andava mau das pernas coitada muitas vezes se tranformando em rádio exibindo só o áudio.
Pois bem, depois de uma longa pesquisa de marcas, modelos e fabricantes eu decidi comprar uma Samsung 32” dê preferência FullHD que foi a marca que mais atendeu o que eu esperava de uma TV destas, e o tamanho se deu ao fato do layout da sala que não comportava um aparelho muito grande. Então definidas as premissas, fomos às compras. Logo de começo eu achei que talvez pudesse estar enganado comprando uma TV de 32”, porque os outros aparelhos gigantescos faziam ela parecer menor e não conseguia visualizar direito como ficaria em casa, achando que seria pequena demais, mas estava enganado como vemos na imagem abaixo:

comparação

Vou relatar as experiências que eu adquiri com esta situação para servir de referência para outros que se interessem em comprar um aparelho de TV de alta definição.

Primeiramente devo dizer que os preço são algo que está longe de ser um padrão, cada varejista cobra pelos mesmos aparelhos aquilo que acha que deve, chegando a existir diferença gritantes, atingindo os R$500 e se você não quer deixar sua alma na loja passe longe do guichê do crediário, a não ser que você ache que sua alma vale uma TV de alta definição. A parte boa da guerra do varejo é que se você encontrar o mesmo modelo mais barato no concorrente os outros lojistas cobrem o preço.

Por fim decidimos comprar o aparelho na loja X e no momento da compra algumas coisas mudaram em relação ao perfil original de aparelho. No lugar de uma TV FullHD decidimos por um aparelho HDReady que tem menos linhas de definição mas que na prático ali colocando imagens lado a lado a qualidade de imagem não mudava muito, claro que o aparelho FullHD exibia cores melhores e um pouco mais de qualidade de resolução, mas a diferênça não era gritante e sim tênue, veja bem, esta situação só se aplica a aparelhos de 32”, dai pra cima a qualidade muda muito de uma pra outra. Mais um fator que me fez decidir pela de menor resolução foi o fato da transmissão de imagem Brasileira, mesmo com TV à Cabo Digital não chegar na qualidade FullHD que é de 1920 por 1080 linhas de definição ao contrário do aparelho que eu comprei que é de 1366 por 768. Qualidade assim hoje em dia só é fornecida pela Dona Sony e seu Blue-Ray.

Neste ponto nós chegamos em um fato, a aquisição de uma TV destas te trará algumas sensações, a sensação de que você nunca mais verá TV da mesma forma e a sensção de ter feito a coisa certa são algumas delas. Outro fato é que alguns canais de TV e até fabricantes te vendem um peixe que não é tudo aquilo. Existe sim perda de qualidade de muitos canais, da TV aberta principalmente, e se você tem TV à cabo analógica isso também existe, claro que com menos intencidade. A Globo por exemplo que encheu o saco por causa da transmissão digital exibe em HD somente a Novela das 8 e o Futebol, duas coisas que eu não vejo, o resto do tempo você percebe uma clara perda de qualidade da imagem granulando algumas coisas, a Record tem uma qualidade melhor e a Rede TV realmente cumpre o que promete com qualidade de TV o dia inteiro, no que diz respeito a imagem, não a grade de programação, a Band e MTV também tem qualidade boa, SBT, Gazeta, Cultura e todo o resto é bem fraco, tudo bem que ninguém vê nada muito diferente disso. O que me surpreendeu foi a imagem da Globo que deveria ser a melhor e não é.

A parte boa é que minha coleção de DVD’s está salva, porque ao contrário do que eu tenho visto por ai, tem muitos aparelhos que distorcem a imagem o que tinha me levado a crer que no mínimo teria que trocar o meu aparelho por um com saída HDMI, o que por sorte não foi o caso, ainda não pude testar nenhum game na TV nova, mas acredito que não irei me decepcionar com o resultado.

Por fim, depois destas considerações todas, nós acabamos levando realmente uma Samsung, mas não FullHD como citado acima, e não me arrependo, o aparelho vem com diversas opções de conexão, 3 entradas HDMI e entrada para exibir imagens do PC, a única coisa que eu achei FAIL da Samsung foi barrar a única entrada USB do aparelho para atualização de software e outras coisas exclusivas da Assitência técnica, ou seja, se eu tiver umas fotos no Pendrive eu não vou conseguir vê-las a não ser por meio de um Computador conectado ao Aparelho, claro que não chega a ser um impecilho e sim uma comodidade a menos. Mas no geral é um aparelho muito bom, já vem com o conversor de TV Digital integrado e tudo mais e com o surgimento das TV’s de LED da própria samsung a tendência de queda de preços é inevitável, podendo ser bastante acessível para quem não quer pagar uma fortuna.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...