Literatura, Mundo, Pessoal, etc.

Relato do Livro 1984, escrito por George Orwell

O livro 1984 de George Orwell é um classico da literatura de todos os tempos, por relatar uma sociedade totalitarista que teve como base de sua criação, o socialismo Inglês. Descontente com sua situação vivida na época e adotando duras criticas ao nazi-facismo crescente na Europa, Orwell traça um paralelo entre ficção e realidade para mostrar como seria a sociedade num futuro a médio prazo governada a maneira socialista, com inflência do facismo.

A Historia se passa em 1984 ( aproximadamente ), e foi escrita em 1949, mas avaliando um trecho do livro onde ele escreve a relação do Partido ( orgão do poder ) com a população socio-economicamente excluida deste mundo utópico ( no livro denominada Prole ), podemos perceber a relevancia que esta passagem do livro tem até os dias de hoje, inclusive aqui no Brasil. Talvez você se lembre de ter visto algo parecido em algum lugar, programas de tv e jornais, acompanhe.

” o Partido ensinara que os prole eram naturalmente inferiores, que deviam ficar em sujeição, como animais, pela aplicação de algumas regras simples. Pouquissimo se sabia a respeito dos proles. Não era nescessário saber muito. Contanto que continuassem a trabalhar e a se reproduzir não tinha importância suas outras atividades. Abandonados a si mesmos, como gado solto nas planuras argentinas, haviam regressado a um modo de vida que lhes parecia natural, uma espécie de tradição ancestral. Nasciam, cresciam nas sarjetas, iam para o trabalho aos doze, atravessavam um breve período de floração da beleza e do desejo sexual, casavam-se aos vinte, atingiam a maturidade aos trinta, e em geral, morriam aos sessenta. O trabalho fisico pesado, o trato da casa e dos filhos, as briguinhas com a vizinhança, o cinema, o futebol, a cerveja e, acima de tudo, o jogo, enchiamlhes os horizontes. Mantê-los sob controle não era dificil. “

” Tudo que se lhes exigia era uma espécie de patriotismo primitivo ao qual se podia apelar sempre que fosse necessário levá-los a aceitar ações menores ou maior expediente de trabalho. E mesmo quando ficavam descontentes, como às vezes acontecia, o descontentamento não os conduzia a parte alguma porque, não tendo idéias gerais, só podiam focalizar a animosidade em ridiculas específicas. “

” Como dizia o lema do Partido: ‘Os proles e os animais são livres’…”

Agora, me responda, alguma vez você já teve a sensação de viver exatamente como está descrito em “1984”?

Se não, tome cuidado, talvez você possa estar sendo manipulado e nem sabe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...